AMF disponbiliza novas disciplinas de Arte e Cultura Humanista

  • 07/06/2018
  • comentário(s)

A AMF acaba de lançar novas disciplinas de Arte e Cultura Humanista! Esse projeto inovador traz aos alunos matérias transversais, que produzem um conhecimento inerente ao humano e aplicável nas diversas áreas do conhecimento e na própria vida! Nesse semestre, o projeto traz três novas disciplinas: Trivium, Estética como Ética e Música como Ordem de Vida. Confira abaixo um pouco sobre as temáticas e realize já a sua inscrição! As vagas são limitadas.

 

Trivium – As Artes da Linguagem

A comunicação é um elemento básico para o desenvolvimento humano – afinal, o homem precisa da sociedade para atuar a própria inteligência. Dentro disso, a AMF desenvolveu o Trivium, um curso que forma o aluno nas três grandes áreas da linguagem: lógica, escrita e oratória e retórica.

A lógica é uma das primeiras áreas do conhecimento a surgir, sendo um dos ramos da Filosofia. A palavra tem origem no grego λογος (lógos), que significa palavra, estudo, razão. A lógica é, então, o critério da racionalidade, e por isso deve guiar toda espécie de comunicação. Essa área se preocupa com a coerência do discurso, o encadeamento, a progressão das ideias e a argumentação.

Sob um ponto de vista mais prático, a escrita (ou gramática) é um dos dois modos majoritários de comunicação. A escrita, para ser bem exercitada, engloba uma série de habilidades que, combinadas, resultam em um bom texto – é necessário domínio do idioma, organização lógica, coesão textual, conhecimentos diversos e capacidade de conexão entre eles, conhecimento da própria estilística de escrita.

Por fim, o outro grande modo de comunicação é o conjunto entre expressão oral e linguagem não-verbal, e, nesse contexto, deve-se compreender a oratória e retórica. A oratória está ligada à capacidade de argumentação oral, o modo de falar, a eloquência e a desenvoltura. Já a retórica diz respeito à comunicação geral, incluídos também os aspectos que estão subterrâneos, como a vivência do orador no determinado assunto, a sua capacidade de se fazer lógico no discurso e o quanto de emoção ele transmite ao discursar.

 

Estética como Ética

Para entender o que é essa disciplina, deve-se antes compreender os termos. “Estética” vem do grego e quer dizer que a percepção externa do proporcional em ato. É um termo que está muito ligado à proporção e harmonia, a perceber as coisas de acordo com o que elas são. “Ética”, por sua vez, também é proveniente do grego e simboliza os costumes, os hábitos, o modo de vida de um indivíduo.

“Estética como Ética”, então, significa ter um estilo de vida que seja proporcional, integro, conforme à própria inteligência. Essa disciplina vai trabalhar sob o modo como cada um leva a própria vida, propondo reflexões de mudanças de comportamento no sentido de uma existência mais próxima daquilo que é a vida. Além disso, é uma disciplina intimamente conectada à Alta Moralidade, um dos pilares de formação da AMF!

 

Música como Ordem de Vida: percepção e cultura musical

A música é produto natural da vida e da natureza: basta observar como as árvores, a chuva e os animais produzem sons que simbolizam ordem e produzem paz àqueles que ouvem. Pensando nisso, a AMF lança a disciplina “Música como Ordem de Vida: percepção e cultura musical”.

Essa disciplina objetiva mostrar aos alunos como a música de fato faz realidade na vida do indivíduo e como os diferentes tipos de música produzem efeitos também diversos: deve-se ter em mente que quem faz a música é um ser humano, e ele se coloca naquilo que produz. As aulas vão permear principalmente a percepção, ou seja, o perceber como a música age em si mesmo, como se percebe a música dentro; a cultura música, ou seja, os modos de como se ouvir música, de como “desenvolver o ouvido”; e, por fim, também a história da música, dos grandes artistas e dos movimentos musicais.

Compartilhe:
Comentários