Ser, Saber e Fazer para transformar seu potencial em ação!

Ser, Saber e Fazer para transformar seu potencial em ação!

Aqui na AMF, formamos o aluno para ser, saber e fazer. Essa frase pode ser um pouco difícil de compreender, mas é uma frase central para que nossa proposta de formação seja de fato colocada em prática: esses três elementos, juntos, contém toda a lógica de formação que é feita aqui! O conceito da frase remonta a filosofia, mas isso não quer dizer que seja algo teórico: a frase traz consigo um sentido bastante prático, pois a partir de premissas que são sim subjetivas e metafísicas, definimos o rumo das nossas ações e, consequentemente da nossa vida! O slogan do Vestibular AMF 2019, “transforme seu potencial em ação”, está inclusive muito ligado ao que o nosso tema central (ser, saber e fazer) significa!

Para transformar potencial em ação, precisamos, primeiramente, entender esse potencial. Se o potencial é único – afinal, cada ser humano é único e irrepetível – podemos dizer que esse potencial está diretamente relacionado com a identidade de cada um, ou seja, aquilo que se é. Com isso, entendemos que aquilo que sou – o ser – é o que me constitui enquanto pessoa, enquanto inteligência e enquanto potencial, e é por isso que o ser que sou é o ponto de fundamento, de consistência, que sustenta todos os outros.

Partindo da própria identidade, podemos definir o modo de saber. De fato hoje mais do que nunca existe acesso quase irrestrito a vários tipos de informação, mas como definir o que estudar, o que ler, o que descobrir e, por consequência, o que saber? A verdade, na construção de qualquer projeto em qualquer campo, é o saber em conexão com a identidade, com o ser – e é esse saber que dá o modo de proceder para não errar, é o saber também para agir e compreender racional e teoricamente as passagens de solução e desenvolvimento que se deve fazer.

A vida, no entanto, não é só saber: é preciso também a ação realizadora para tornar concreta a verdade construída pela lógica racional! Aqui, entra o fazer, terceiro elemento da nossa frase. Assim como o saber, o fazer, para gerar o bem e o progresso do indivíduo, deve se apoiar no seu, na identidade, pois é deste modo que se garante que aquilo que se faz de fato contribui com o progresso do homem! Quando o fazer é construído sem contradizer a diretiva do ser, o homem aplica bem esse princípio de atividade e ação e, por consequência, se constrói bem!

Então é por isso que a AMF forma o aluno para ser, saber e fazer – e é desse modo que a transformação do potencial em ação prática de valor para o homem acontece! Com uma proposta de formação individuada, que desenvolve cada um de acordo com a própria força, a própria inteligência e a própria capacidade! A partir dessa lógica e desses três pontos, é possível formar o homem feliz, realizado, produtivo e bem-sucedido, que é evidência de que a vida é uma empolgante ocasião para se construir e fazer o melhor de si.

  • quarta-feira, 17 de outubro de 2018
Conheça os cursos de graduação da AMF

Conheça os cursos de graduação da AMF

A AMF é uma sólida instituição que oferece aos alunos uma experiência de formação única, pois se cada ser humano é único, a proposta de ensino precisa acompanhar essa condição inerente ao homem. Aqui, nós temos cursos de Ontopsicologia, Administração, Direito, Pedagogia e Sistemas de Informação e você encontra um espaço pensado para desenvolver a sua inteligência e capacidade de ação.

Com a nossa proposta de formação, o aluno compreende desde cedo que a excelência vem com estudo, trabalho e coerência, pois esses são os meios para que sejam dadas as passagens para o próprio crescimento. Você se constrói a cada dia e percebe, em cada ação diária, que se desenvolve e se torna cada vez mais um protagonista da própria vida. Transformando seu potencial em ação, você aprende o caminho para a realização pessoal e o sucesso profissional.

Confira agora um pouco mais sobre cada um dos cursos da AMF e escolha o seu novo caminho para o ano que vem:

Ontopsicologia: Um curso pioneiro no mundo, que busca formar o profissional capaz de conhecer a causa real na relação entre sujeito e situação em qualquer contexto (nexo ontológico). A Ontopsicologia tem seu nome formado por três radicais gregos: “?ντος” (ontos), que significa “do ser”; “Ψυχ?” (psiqué), alma; e “λ?γος” (lógos), que é “estudo”, “lógica”, “razão”. Ontopsicologia, então, é a ciência que busca “conhecer a lógica do ser na existência”. Mas o que, na prática, é isso? É analisar o valor positivo e criativo presente em cada ser humano, o seu potencial de natureza. A Ontopsicologia é uma ciência ontológica e epistêmica, que pode ser aplicada em diversos setores do saber humano. Ela é o estudo da lógica do homem real, sadio, responsável, que busca a autorrealização e a criatividade, o homem líder, entendido como intuição ativa de solução para o coletivo, que atua a própria liderança por meio de um eficiente serviço às exigências do humano e da sociedade. A diferença entre a Ontopsicologia e todas as demais ciências e áreas de conhecimento “é que a Ciência Ontopsicológica examina dentro da coisa, ou seja, busca sempre as coisas como são”, sendo a ciência que faz a verificação da realidade. Uma ciência interdisciplinar, cujo curso estimula e desafia constantemente o aluno nos diversos campos do conhecimento acerca do ser humano.

Administração: Administrador... a tradução em inglês, manager, tem origem no latim, “manus agere”, e significa “fazer com as mãos”. O administrador é, então, alguém com capacidade superior fazer, e sabe fazer as passagens para que se alcance o objetivo definido. Para saber fazer algo, é necessária a formação técnica em conjunto com as mais atualizadas práticas de mercado, e é por isso que os professores da AMF são, além de acadêmicos, empresários e profissionais liberais reconhecidos em suas atividades. Com isso, o aluno tem contato, diariamente, com a complementariedade entre o estudo e a atividade empresarial de valor que vem com a experiência de mercado dos docentes. Também são frequentes palestras e aulas especiais com grandes empresários do Brasil e do exterior – afinal, aqui na AMF só ensina quem sabe fazer! Isso ao aluno compreender, a partir do relato daquele que foi protagonista do processo de construção da empresa, as diversas práticas de que constroem diariamente riqueza e valor. Além disso, essa relação proporciona aos alunos visitas técnicas para conhecer, in loco, a realidade empresarial. Administrar é uma atividade inerente ao ser humano, e a AMF reforça isso no seu curso de graduação: recursos tecnológicos estão disponíveis para todos, mas o maior recurso de uma empresa é o ser humano!

Direito: As leis são fundamentais para o funcionamento da sociedade: elas dão a organização e as diretivas de regência para que a vida social harmônica possa nascer. Nesse contexto, os operadores da ciência jurídica devem ser mestres em saber fazer desta lei uma função de desenvolvimento para o homem e para a sociedade! É justamente por isso que o curso de Direito da AMF ensina como aplicar as leis, mas principalmente fornecer uma sólida formação humanista ao aluno. Além da formação técnica, o curso traz também uma forte base filosófica, em que o acadêmico é instigado a desenvolver uma mente curiosa e a utilizar o sistema legal em favor do evolução e bem-estar do ser humano, afinal, se são as leis que ditam o ritmo da sociedade, é preciso um sistema legal que dê passagem para a inteligência e para o potencial do homem. Com isso, o objetivo é a formação de um profissional com atitude e atuação diferenciadas, capaz de empreender tanto em âmbito público e privado, colocando em prática a ética e a justiça como instrumentos para o progresso do indivíduo, da sociedade, das empresas e das instituições.

Pedagogia: O Curso de Licenciatura em Pedagogia na AMF proporciona uma formação que vai além dos conhecimentos técnicos sobre educação e docência, oferecendo disciplinas práticas desde o primeiro período da graduação, com estágios em projetos sociais, escolas da região e iniciativas desenvolvidas no Recanto Maestro. O estudo da Pedagogia Ontopsicológica, que traz uma abordagem inovadora à ciência, é exclusividade do curso de Pedagogia da AMF, mostrando para o acadêmico a lógica da compreensão integral do ser humano como instrumento de trabalho primordial para a aplicação funcional da pedagogia. A Pedagogia é função para a formação e gestão de pessoas, e essas práticas estão presentes de maneira transversal em diversos segmentos profissionais: empresas, escolas, instituições públicas, ONGs... Portanto, os graduados em Pedagogia possuem um amplo mercado de trabalho, com possibilidade de atuação em diversos contextos educacionais e empresariais, pois, aqui, o pedagogo formado é capaz de aplicar o conhecimento de si mesmo como instrumento para ensinar, gerando indivíduos responsáveis que, através do seu exercício, beneficiam também a sociedade.

Sistemas de Informação: A tecnologia se torna cada vez mais uma ferramenta essencial para o avanço da sociedade, com criações inovadoras que surgem para otimizar processos, qualificar produtos e desenvolver estratégias, e isso faz com que a área da Tecnologia da Informação possua um dos mercados mais amplos e com demanda de profissionais. Nesse contexto, o curso de Sistemas de Informação da AMF traz o que existe de mais inovador no mercado da tecnologia, e tem o objetivo de, mais do que formar o aluno para esse mercado ágil e dinâmico, diferenciá-lo, desenvolvendo a mentalidade do jovem e mostrando que a inovação e o empreendedorismo são os meios para o triunfo profissional.

 

E aí, qual é o seu curso? Faça já a sua inscrição e venha transformar seu potencial em ação!

 

  • segunda-feira, 1 de outubro de 2018
O próximo passo da sua carreira: conheça o MBA Business Intuition

O próximo passo da sua carreira: conheça o MBA Business Intuition

Hoje, após a graduação, é possível cursar dois tipos de pós-graduação: lato sensu e stricto sensu. A primeira compreende os programas de Especialização e MBA; já a segunda diz respeito aos cursos de Mestrado e Doutorado. Em ambos os casos, o candidato deve possuir diploma. A dúvida de qual dos dois caminhos seguir acompanha um pouco a visão dualista que a sociedade tem, mas, sendo assim, é preciso fazer uma escolha (pelo menos a escolha de qual fazer primeiro, pois eles não são, naturalmente, excludentes).

No caso de graduados em Administração, Economia e áreas afins, pessoas que trabalham em empresas, diretores, gerentes, empreendedores ou empresários, é comum surgir a dúvida: devo fazer um MBA ou um Mestrado? Para aqueles que querem ser de fato grandes, o estudo contínuo é não apenas um dever, mas uma tensão intrínseca que acompanha o desejo de crescer profissionalmente – afinal, o desenvolvimento intelectual e a ampliação do próprio raio de ação empresarial e profissional são conexos.

De forma geral, a grande diferença entre um Mestrado e um MBA reside no fato de que o Mestrado é, de certa forma, mais direcionado para a carreira acadêmica, com uma proposta de estudo mais aprofundada e específica. O MBA, sigla para Master of Business Administration (Mestre em Administração de Negócios, em tradução livre) costuma ser um tipo de curso mais prático, que oferece ao aluno uma visão ampla sobre todas as nuances da prática empresarial.

Na AMF, o MBA Business Intuition traz grandes inovações sobre o estudo, tanto no formato quanto no conteúdo. A proposta se pauta primordialmente na inteligência do líder, daquele que conduz o negócio, como ponto distintivo para o sucesso empresarial. Em síntese, existem várias ferramentas de gestão, recursos humanos, processos, mas a maior recurso do empresário ainda é a própria inteligência, e ele permanece sendo o mais capaz de orquestrar os diversos conjuntos e fatores para alcançar o melhor resultado possível.

O MBA Business Intuition parte exatamente desta premissa para construir a sua proposta curricular e formativa: capacitar o aluno a centrar a própria inteligência e, mais do que isso, a capacidade intuitiva, e transformar essa subjetividade em um critério objetivo e infalível na hora de tomar as várias decisões que impactam a vida de tantas pessoas. O MBA da AMF é o único que apresenta a intuição de maneira científica e fornece ao aluno uma metodologia e uma técnica para utilizar esse dom que é ínsito em todos os indivíduos. Este curso é voltado para empresários, diretores, gestores e empreendedores que pretendem estar sempre em alta performance, pois não são suficientes: é preciso ter poder sobre si mesmo, conhecer o próprio mundo interior e fazer dele um aliado na tomada de decisão.

As aulas são muito práticas: os conteúdos são completamente aplicáveis, e você fica em constante experimentação, com a evidência daquilo que está sendo estudado. Outro ponto que reforça isso são os professores: todos aqueles que são escolhidos para ministrar aulas e exercícios são grandes empresários, de atuação reconhecida e com sucesso nas suas respectivas áreas, sendo também eles evidência daquilo que ensinam, pois eles de fato vivem aquilo. Isso garante ainda que os conteúdos sejam transmitidos por pessoas que conhecem a administração “de dentro”, e possuem know-how da prática bem-sucedida da atividade empresarial. Esse curso foi desenhado para proporcionar a melhor formação empresarial, por meio de uma metodologia exclusiva e que tem a sua comprovação pelo resultado alcançado em mais de 40 anos de aplicação.

Estamos nos últimos dias de inscrição para a nova turma do MBA Business Intuition, que terá início nessa sexta-feira! Ainda dá tempo de fazer a sua inscrição, ou mesmo de tirar dúvidas para se inscrever para a próxima turma! Clique aqui e acesse o material exclusivo do MBA Identidade Empresarial

  • terça-feira, 31 de julho de 2018
Como se preparar para a Faculdade?

Como se preparar para a Faculdade?

O início de uma faculdade é um momento muito especial. É sem dúvida uma das maiores mudanças que ocorrem na vida de um indivíduo. Apesar de ainda existirem algumas dúvidas, em relação ao curso, eventualmente uma nova moradia, novo ambiente, novas pessoas, já existe pelo menos alguma definição, algo formalizado para ser feito. 

A faculdade é, por excelência, um local de produção de conhecimento, mas na verdade ela pode ser um local de produção de si mesmo, de desenvolvimento não apenas acadêmico, mas também pessoal e profissional, de crescimento integral e constituir um dos mais belos momentos da vida, com plenitude de aprendizado e progresso. É o local no qual você escolheu para se formar, para estudar, para se preparar para o mercado de trabalho, ou seja, não é pouca coisa! Mas, para que esse quadro seja de fato condizente com a realidade, são necessárias algumas atitudes por parte do acadêmico, uma preparação para que se tira de fato o máximo proveito.

O primeiro elemento é a mentalidade. Por mais que seja algo subjetivo, normalmente temos uma mentalidade um pouco mais despreocupada, digamos assim, no período escolar. Existem exceções, claro, pessoas que desde cedo desenvolvem maturidade, muitas vezes por circunstâncias da vida, mas é comum vermos um mesmo tipo de pensamento durante a escola. O fundamental na faculdade, sob esse aspecto, é compreender duas coisas. Primeiramente é necessário fazer as coisas por si, desde os trabalhos até o compromisso com o estudo, por esta é uma construção individual, que não pode ser delegada a ninguém, e que constitui um ganho que acompanha o sujeito até o final da vida. O segundo ponto se relaciona com a crítica, pois é muito comum vermos adolescentes e jovens que são muito críticos, mas perceba que é possível aprender com todos, e que quase todos os ensinamentos podem vir a ser úteis! Vamos deixar um pouco de lado então o pensamento de “quando vou utilizar isso na minha vida?” e vamos adotar o “como eu posso tornar esse conteúdo útil na minha trajetória?”. Desse modo, passamos a ver o estudo como ele realmente é: uma parte fundamental da vida, que consente ao sujeito o progresso e o conhecimento!

Dependendo da instituição na qual você vai estudar, surge outra questão muito importante, que costuma dividir opiniões, porque algumas pessoas anseiam por isso e outras possuem um certo receio de dar esse passo: morar sozinho em uma nova casa! Independente de ser em uma Casa de Estudante, um apartamento, uma casa, é importante se preparar e, mais do que isso, aprender a viver as novas experiências de maneira muito aberta, buscando fazer delas momentos de prazer da sua rotina. Um grande exemplo disso é a alimentação. Algumas pessoas sabem cozinhar, mas outras são um verdadeiro desastre na cozinha! E isso não é um problema, porque morar sozinho é justamente o impulso para que você aprenda! Começa-se aos poucos, claro, cozinhando coisas mais simples, mas, aos poucos, o ato de preparar a própria comida se torna prazeroso e até terapêutico, do ponto de vista de que é relaxante, e é realmente muito bom comer a própria comida!

Fora esse ponto, precisamos lidar com todas as responsabilidades de uma casa, e isso diz respeito, de maneira mais rotineira, à limpeza e organização do ambiente e pagamento de contas. Sobre as contas, por mais que seja algo prosaico, é uma responsabilidade necessária e que acompanhará você por toda a vida, então quanto mais cedo aprendemos a fazer, melhor! Assim como a culinária, limpar a casa pode ser um belo momento da própria rotina, mas isso vai depender do modo como a atividade for encarada. Fazer a limpeza é limpar e organizar o própria ambiente, e, vamos ser francos, é muito bom estar em um ambiente limpo e organizado! E a organização dá a oportunidade da criatividade, pois agora aquela casa é sua, é o seu espaço, e você tem liberdade de decorar e dispor os móveis à sua maneira, em um exercício que contempla também o autoconhecimento, pois é um aprendizado sobre a sua própria cultura!

Com isso, podemos perceber que o período da faculdade é um dos mais belos da vida, e se torna ainda mais belo àqueles que o fazem com excelência e responsabilidade. Avante!

  • quinta-feira, 19 de julho de 2018
Aproveite suas Férias!

Aproveite suas Férias!

É um tempo no qual ficamos um pouco mais livres, com mais tempo para fazer tantas coisas. O tempo livre é uma faca de dois gumes: pode ser a fortuna ou a ruína do indivíduo. Isso acontece porque, enquanto estamos estudando ou trabalhando, normalmente estamos compenetrados, sabemos com clareza quais são as nossas responsabilidades e temos prazos e atividades definidas. Mas quando estamos ao sabor da liberdade, é preciso ter uma boa capacidade de autogestão, bom senso e responsabilidade.

Quando bem utilizado, o tempo livre pode promover ampliação de inteligência, pois é o momento do qual, por prazer, o indivíduo pode se dedicar a atividades que ele gosta e que dão um crescimento, seja de cultural, profissional ou mesmo pessoal. É o momento de reforçar o contato com a própria essência, mas, quando é mal utilizado, o resultado é a própria corrupção e a redução de si mesmo, e isso acontece por um motivo simples: a inteligência precisa ser sempre investida em vantagem para o indivíduo, e quando isso não é feito, o resultado é negativo.

É o momento para aprender também como é o próprio funcionamento – na correria do dia a dia, é comum fazer as coisas no “piloto automático”, então, com mais tempo e com calma, é possível ter atenção a si mesmo, e aprender quais são os melhores modos, em uma perspectiva individual, para realizar as próprias atividades. Na prática, deve-se cuidar para não entrar em estado do tédio, digamos assim, quando ficamos apenas esperando o tempo passar ou sem fazer nada, pois essa é a situação de ruína.

E o que podemos fazer? Várias coisas! É um bom momento para fazer uma geral no guarda-roupa e verificar quais roupas ainda estão boas e reforçam a própria imagem, doando aquelas que não servem mais; marcar um programa divertido com bons amigos é outra boa opção; sair sozinho, para fazer um passeio em um local bonito e tranquilo também é uma boa pedida; reorganizar a própria casa ou o próprio quarto, para mudar um pouco o ambiente e renovar os ares; ler um bom livro, que exija empenho intelectual, é outra boa atividade que provoca a inteligência.

  • terça-feira, 17 de julho de 2018
Benefícios da prática Esportiva

Benefícios da prática Esportiva

É período de Copa do Mundo! Considerada por muitos o maior evento esportivo mundial, a Copa do Mundo de Futebol de fato tem o poder de aglutinar povos, promover alegrias, tristezas e colocar até aqueles que não são muito fãs de futebol para torcer pela sua Seleção!

E a Copa do Mundo de Futebol vai muito além do esporte: envolve patriotismo, emoção, política, cidadania, cultura, união e, claro, aprendizado! Os esportes são ótimas maneiras de desenvolvimento para o indivíduo, pois, de uma maneira interativa e dinâmica, é possível trabalhar aspectos físicos, de mentalidade e atitude. Confira abaixo alguns elementos que são desenvolvidos a partir da prática esportiva:

- Competitividade: alguns veem a competitividade como algo negativo, mas, goste ou não, a competição é uma tônica na vida. Todo o esporte se move por competição, a cada partida os times competem entre si em uma disputa pela ponta dos torneios. Em todos as fases nós passamos por processos seletivos, por exemplo, seja para uma vaga acadêmica ou para um posto de trabalho. É necessário saber se posicionar quando em dialética com os outros, pois, afinal de contas, ao se candidatar para uma vaga, o objetivo de todos é passar, então é necessário saber como jogar nesse processo para sair vitorioso.

- Liderança: você consegue pensar em um time, de qualquer esporte, que se sustente e que seja vencedor sem um líder em campo? A figura do líder é importantíssima em qualquer campo, da ciência à empresa, e no esporte não é diferente: é necessário definir o jogador que vai capitanear, guiar o time dentro de campo ao longo das partidas para que o objetivo seja atingido. Como dito acima, as lideranças são essenciais para o desenvolvimento em qualquer área de atuação humana, e o esporte é um meio para que, desde cedo, aqueles que têm essa potencialidade natural comecem a lidar com essa força e com a prática liderística.

- Trabalho em Equipe: uma das belezas da vida se dá justamente quando os indivíduos, cada um com suas características próprias, se juntam para realizar tantas coisas grandes. No esporte é assim, pois, salvo os esportes que são individuais, é necessária uma força conjunta para que se chegue à vitória. Sim, já vimos casos de jogadores que, sozinhos, têm a capacidade de ganhar partidas, “carregando o time nas costas”, mas esses são os gênios, os muito dotados. A socialidade é inerente ao ser humano, e, como consequência, as relações interpessoais. Ao aprender a lógica de coordenar diversos potenciais para uma mesma finalidade no esporte, é possível transpor o conhecimento para coordenar grupos de trabalho, projetos e estudo.

- Racionalidade e Estratégia: um dos fenômenos mais fantásticos do esporte, e também um dos que o torna tão emocionante e instigante é a imprevisibilidade e a unicidade de cada partida. Por mais que seja mais uma partida de futebol, vôlei ou basquetebol, e mesmo que seja entre dois times que costumeiramente se enfrentam, nunca é o mesmo jogo. Dentro disso, cada equipe precisa traçar estratégias e pensar racionalmente o jogo para que seja definida a melhor rota para a vitória – e, desse modo, o esporte desenvolve tanto o intelecto quanto o físico, afinal, é necessária a capacidade mecânica de executar a tática definida. Em suma, existe uma regra geral para qualquer esporte: ninguém começa o jogo atrás no placar e ninguém joga para perder, então qual é o melhor modo de ficar a frente? Punindo os erros do adversário! Independente do esporte, ganha, em suma, quem erra menos e pune mais os erros do adversário. A estratégia entre, justamente, em como, naquela partida específica, contra aquele adversário, errar menos e punir mais.

- Vontade e Determinação: aprendemos na filosofia que a alma tem duas faculdades: o intelecto e a vontade. No esporte, trabalhamos as duas e, junto com a segunda, também a determinação. Em qualquer esporte o esforço, a determinação e o trabalho duro e a vontade de se superar e vencer são indispensáveis na composição de um time vencedor. Assim como no esporte, essas são características essencialmente presentes em uma pessoa que atinge grandes objetivos na vida, pois a inteligência e a capacidade encontram a prática quando existe aplicação, vontade e esforço.

A partir desta visão sobre o esporte, a AMF tem como um dos seus projetos de extensão o Núcleo de Esportes, que promove e fornece assistência aos alunos na prática esportiva! Acesse https://www.faculdadeam.edu.br/extensao/nucleo-de-esportes e saiba mais sobre o nosso Núcleo de Esportes.

  • quarta-feira, 4 de julho de 2018
Conheça as formas de ingresso

Conheça as formas de ingresso

Você sabia que existem várias formas de ingressar na AMF? Além do nosso próprio Vestibular, você pode utilizar a sua nota do ENEM, realizar uma transferência ou, caso já possua Ensino Superior, entrar como portador de diploma! O processo seletivo de uma instituição de ensino deve ser um meio de nivelar os futuros alunos, e não um impeditivo. Confira abaixo como cada um dos processos funciona e comece a se organizar para ser AMF!

 

Vestibular AMF: 

Desde o início, a AMF possui o seu próprio Vestibular, que ocorre duas vezes por ano – no início e no meio do ano – e seleciona alunos para ingressar nos cursos de Administração, Direito, Ontopsicologia, Pedagogia e Sistemas de Informação. O processo é composto por uma redação e ocorre por agendamento, garantindo assim que o candidato possa realizar a prova – de forma isenta – no dia que melhor se encaixe na sua rotina. Após o período de provas, será divulgado o listão dos aprovados! Seu próximo passo é realizar a matrícula e pronto, você já é aluno AMF!

Clique para acessar a página do vestibular

 

Transferência: 

Outro modo de ingressar é por meio da transferência, em um processo no qual o aluno se transfere de outra instituição para a AMF. Essa modalidade permite que o aluno comece a cursar sem a necessidade da realização da prova, além de, logicamente, permitir que ele aproveite disciplinas já cursadas. Para se transferir, o candidato deve formalizar essa intenção na Central de Relacionamento, no prédio principal da AMF; o segundo passo é a realização de uma entrevista com o coordenador do curso, na qual o candidato deve comparecer portando o seu currículo. A entrevista é o momento de verificar a viabilidade legal da transferência e de serem dadas orientações sobre a grade curricular e a proposta do curso; o próximo passo, então, é formalizar o pedido de transferência junto a instituição na qual se estuda; agora, é dever da instituição encaminhar à Secretaria Acadêmica da AMF a Guia de Transferência da Instituição de Ensino Superior, atestando que existe o vínculo entre o aluno e a instituição; a seguir, a Secretaria Acadêmica da AMF entrará em contato com o candidato comunicando sobre a chegada dos documentos e solicitando:

- Histórico do Ensino Superior (original e cópia);

- Conteúdos Programáticos das disciplinas (cópia das ementas e dos programas das disciplinas cursadas com aprovação);

- Comprovante de vínculo de matrícula com a Instituição de origem;

- Cópia do Registro de Nascimento ou Casamento;

- Cópia da Cédula de Identidade e CPF (frente e verso – não será aceito documento de habilitação);

- Cópia do Título de Eleitor (frente e verso) e do comprovante de quitação eleitoral;

- Cópia do Documento de Quitação com o Serviço Militar ou do Alistamento, quando for o caso;

- 02 fotos 3×4, recentes e iguais;

- Cópia do comprovante de residência.

Clique para acessar a página de transferência

 

Ingresso Diplomado: 

Caso você já seja formado em algum curso superior, é possível ingressar na AMF como portador de diploma, em mais um modo econômico, no qual o aluno não precisa prestar o Vestibular. Aqui, o candidato deve, nos períodos regulares de matrículas, comunicar o interesse do ingresso e apresentar os seguintes documentos:

- Currículo;

- Diploma da Graduação (cópia autenticada);

- Histórico do Ensino Superior (original e cópia);

- Conteúdos Programáticos das disciplinas (Se desejar aproveitamento);

- Cópia do Registro de Nascimento ou Casamento;

- Cópia da Cédula de Identidade e CPF;

- Cópia do Título de Eleitor (frente e verso) e do comprovante de quitação eleitoral;

- Cópia do Documento de Quitação com o Serviço Militar ou do Alistamento (homens);

- 02 fotos 3×4, recentes e iguais;

- Cópia do comprovante de residência.

Clique para acessar a página do Ingresso Diplomado

 

Nota do ENEM: 

Hoje, o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é maior vestibular do Brasil e o comum é que todos os estudantes que pretendem começar um curso superior se inscrevam e realizem o ENEM. Pensando nisso, a AMF também permite que o candidato ingresse em nossa instituição utilizando a sua nota do ENEM! Desse modo, você não precisa prestar o Vestibular AMF para construir seu futuro conosco. Basta trazer um comprovante oficial da sua nota do ENEM (sendo válidas as notas dos últimos dois anos, de acordo com o ano no qual o aluno se candidatar) e, a partir disto, a AMF avalia a nota e, posteriormente, a Secretaria Acadêmica da AMF comunica a aprovação. Desse modo, o aluno pode ingressar durante o período de realização das provas do Vestibular AMF ou enquanto o edital estiver aberto.

Solicite seu ingresso via nota do Enem

 

E aí, já escolheu qual é o melhor modo para você começar a estudar na AMF? Aproveite o Vestibular de Inverno 2018.2 e venha realizar a sua prova, transferência, ingressar como portador de diploma ou aproveitar a nota do ENEM! Vem ser AMF!

  • quinta-feira, 28 de junho de 2018
Metodologia FOIL - Mentalidade, atitude e competência do líder

Metodologia FOIL - Mentalidade, atitude e competência do líder

A formação técnica oferecida por uma instituição de ensino superior deve, naturalmente, ser excelente. Mas uma excelente formação técnica não é o suficiente, afinal, um mercado de trabalho competitivo e cada vez mais especializado exige do ingressante habilidades e postura destacados para que se alcance o sucesso. A AMF, por isso, possui as disciplinas FOIL, de formação empreendedora e liderança.
A FOIL, sigla para Formação Ontopsicológica Interdisciplinar Liderística, é uma empresa fundada para atender as necessidades da consultoria empresarial e formação continuada de altos executivos e operadores sociais e de formação diferenciada aos jovens que desejam tornarem-se líderes. A partir da metodologia utilizada pela FOIL, que se diferencia pela aplicação da ciência ontopsicológica, foram desenvolvidas as disciplinas FOIL, uma parte da grade curricular da AMF que está presente em todo o percurso acadêmico do aluno e é transversal aos cursos, sendo parte de todas as graduações oferecidas na instituição.
Fundamentalmente, a FOIL constitui uma técnica de personalidade que se vale dos mais atuais modelos de gestão, sendo utilizada por consultores e profissionais. São desenvolvidas a sua mentalidade, atitude e competências competitivas do aluno, que podem ser aplicadas em qualquer contexto de trabalho, com ganho individual, da organização e do contexto social. Isso significa que, de forma complementar ao aprimoramento técnica, as disciplinas FOIL fornecem o modo, a lógica, o mindset para que o aluno possa, desde de o começo do curso, compreender a lógica do trabalho e entrar no mercado já como protagonista, tendo ciência das próprias potencialidades, que devem ser reforçadas, dos próprios pontos a se melhorar, e da própria posição, para que, desse modo, a sua movimentação profissional seja de fato condizente com a sua situação atual.
Na prática, as disciplinas FOIL são de ordem bastante prática: os alunos são constantemente estimulados em exposição (afinal, o falar bem em público e a capacidade de diálogo são competências fundamentais), além de serem provocados a visualizar quais os passos a serem dados no progresso profissional. Também é a disciplina na qual nascem ideias de projetos, a partir dos próprios alunos, que depois são implementados como atividades regulares da AMF – o Campeonato de Oratório e Retórica, por exemplo, começou como projeto de uma disciplina FOIL do curso de Direito. Por fim, outro constituinte do semestre letivo dessas disciplinas são as viagens técnicas, organizadas inteiramente pelos alunos, em uma proposta que não só proporciona ao aluno conhecer um novo local, mas também o ato de responsabilidade com o planejamento e execução da viagem, pesquisa sobre o destino – que amplia a cultura do aluno – e iniciativa para que tudo ocorra da melhor maneira possível.
As disciplinas FOIL são de fato um diferencial e se configuram não apenas como tal, mas também como uma parte essencial da formação do indivíduo e que é apreciada e estimada pelos alunos por promover realmente uma conscientização e aplicação do próprio potencial.

Clique aqui e saiba mais sobre a Metodologia FOIL.

  • sexta-feira, 22 de junho de 2018
Conheça o Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação

Conheça o Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação

Pensando no mundo como conhecemos hoje, seria possível imaginar a vida sem tecnologia? A tecnologia desempenha um papel importante em vários níveis da sociedade, estando presente tanto na vida individual de cada um – smartphones e computadores, por exemplo – como também sendo um agente indispensável no desenvolvimento industrial e empresarial. A palavra “tecnologia” vem do grego e é a junção dos termos τ?χνη (techne), que significa “técnica”, “arte”, e λ?γος (logos), que remonta o sentido de “razão”, “estudo”.

Na prática, a tecnologia é responsável por promover transformações sociais que consentem o avanço e o progresso: é por meio dela que surgem criações inovadoras, que processos são otimizados e automatizados, produtos e serviços são qualificados, estratégias são desenvolvidas e, de forma geral, a qualidade de vida e o conforto são gerados e todos são beneficiados. Enquanto campo de pesquisa, as áreas que envolvem a tecnologia, como Sistemas de Informação e Engenharia da Computação, estão em constante evolução, e isso tem um impacto direto no mercado de trabalho, que se torna amplo, com bastante demanda e oferta por vagas. Com isso, aqueles que construíram uma formação sólida não apenas têm facilidade de ingresso no mercado, mas costumam conseguir, com facilidade, bons empregos.

Tendo esses pontos em vista, o curso de Sistemas de Informação da AMF prepara o aluno para entrar como protagonista nesse vasto mercado de trabalho, se destacando com competência técnica e mentalidade distintas:

- De forma geral, o viés do curso já é bastante inovador, pois a ideia é combinar os conhecimentos técnicos com o empreendedorismo e o desenvolvimento de competências de liderança. O resultado disso é um curso muito prático, no qual o aluno é preparado para ser um profissional que não se limita só às habilidades técnicas, mas que tem também capacidade de propor inovações – atitude fundamental em uma área em constante desenvolvimento – e com competência para atuar em nível empresarial, como um gestor ou empresário;

- Para reforçar isso, o corpo docente do curso de Sistemas de Informação da AMF é composto por profissionais de fato, ou seja, por pessoas que vivem esse mercado e acompanham de perto as mudanças e o perfil de profissional que mais se destaca, trazendo essa realidade para a sala de aula;

- Complementando as atividades em sala de aula, são realizadas palestras com empreendedores da área da tecnologia ou com exímios técnicos que mostram os resultados de outras experiências, muitas vezes de outros pontos do país, e reforçam para os alunos quais as passagens necessárias para a construção de uma carreira de sucesso;

- A infraestrutura de ponta contribui ainda mais com o curso de Sistemas de Informação, visto que o Laboratório de Informática é de alta qualidade, moderno e confortável;

- Os alunos organizam, com o auxílio dos professores, visitas técnicas e viagens para participarem de grandes eventos de tecnologia. Em 2017, por exemplo, os alunos viajaram até Salvador, na Bahia, e participaram da Campus Party, um dos maiores acontecimentos do país na área;

- Vários projetos de extensão são realizados! Entre eles, um destaque é o Code Race, maior campeonato de programação da região central do Rio Grande do Sul, evento criado a partir da iniciativa dos alunos e que se consolidou como grande promotor de criatividade, trabalho em equipe e empreendedorismo! O Jovem & Tecnologia, projeto desenvolvido em parceria com a Fundação Antonio Meneghetti e o Grupo Meta, permite aos alunos formarem novas pessoas e se experimentarem nesse ofício, que tem muito a ver com a atividade docente;

- Também por iniciativa e organização dos alunos, são realizados grupos de estudos e atividades com foco em compartilhamento e atualização, visto que a área de estudo do curso está em constante evolução e as novidades estão sempre surgindo;

- Também são muitas as oportunidades profissionais! O Recanto Maestro, campus da AMF, é sede de mais de 40 empresas, e, entre elas, o Grupo Meta, uma das grandes empresas de tecnologia do país e que oferece vagas para alunos da AMF! Também existe a oportunidade, por meio da Central de Carreira, mais um projeto de extensão da AMF, de realizar um estágio de férias em empresas de tecnologia de São Paulo e Porto Alegre;

Esse é o curso de Sistemas de Informação, formando grandes profissionais que compreendem que, apesar de toda a carga técnica da área, o desenvolvimento tecnológico deve ser função de crescimento para o ser humano, pois é isto que fundamenta e dá sentido a toda e qualquer atividade!

Seu sonho é ser um grande Programador? Então venha construir o seu futuro conosco!

  • domingo, 17 de junho de 2018
5 soluções para quem trabalha e quer retomar os estudos

5 soluções para quem trabalha e quer retomar os estudos

Já está trabalhando e o desejo de fazer um curso superior ainda permanece vivo, mas, ao mesmo tempo, existem as dúvidas em relação a encarar essa nova empreitada nesse estágio da vida? Confira abaixo respostas para 5 dúvidas comuns de quem já está trabalhando e deseja voltar a estudar!

Vale a pena fazer um Curso Superior?

Hoje, um diploma de graduação é, além de uma grande realização, um certificado social que atesta formação técnica reconhecida em uma determinada área do conhecimento. Para quem já trabalha, existe uma grande vantagem nisso: por já ter experiência, a escolha do curso, que pode ser um momento de insegurança e dúvida para o jovem, se torna muito mais tranquila, pois a vivência prática é um fator determinando para que se decida no que se deseja trabalhar e qual o melhor curso para agregar valor no ofício. Além disso, estudar é um ótimo modo de refrescar a mente e as ideias, de se manter atualizado e de qualificar o próprio trabalho, sendo um meio para se aprimorar profissionalmente e, como consequência, obter resultados de crescimento no próprio campo de trabalho.

Como conciliar o curso e o trabalho?

Sobre esse ponto específico, a AMF responde já na sua proposta de formação, pois são 5 pilares que compõem a base de formação da nossa instituição: estudo, trabalho, ciência, alta moralidade e internacionalidade – esses 5, quando aplicados de forma circular, resultam na formação de lideranças. Aqui, o trabalho e o estudo andam de mãos dadas, e os alunos, desde os mais jovens, são incentivados a começar a trilhar a própria trajetória profissional, pois é na ação que o ser humano se constrói, se descobre e se realiza. Para quem já trabalha, esse fundamento será assimilado com muito mais facilidade – pois já se entende o valor do trabalho na vida do ser humano – e então as duas atividades, estudo e trabalho, serão complementares e vão, de forma muito interligada, qualificar cada vez mais a vida do sujeito.

Ainda dá tempo de começar um Curso Superior?

O estudo é, de fato, muito importante na vida de um indivíduo, afinal, sem formação técnica especializada e de qualidade, é difícil a inserção competitiva e protagonista no mercado de trabalho. Dentro dessa premissa, a verdade é que sempre é tempo de começar a estudar. É sabido que, por questões pessoais, sociais, impossibilidades de momento ou prioridades, muitas vezes o sujeito é “forçado” a deixar o estudo um pouco de lado e inclusive adiar algumas etapas, mas sempre se pode voltar ao começo, ao simples, e adentrar o ensino superior com a mesma vontade, curiosidade e entusiasmo dos jovens.

Como incluir as mensalidades no meu orçamento?

Muitas vezes existe a vontade, o impulso, já foram feitas pesquisas de instituições, cursos, grades curriculares, mas surge uma questão: será que vou conseguir adequar meu orçamento com mais essa despensa? Pensando nisso, e também no fato de que o fator financeiro não pode ser um impedimento para o progresso e desenvolvimento do indivíduo, independente da idade, a AMF tem um programa próprio de benefício voltado para quem tem um pouco mais de idade: o desconto maturidade! Voltado para alunos com mais de 45 anos, esse programa concede um desconto de 30% nas parcelas, e o aluno pode manter até o final do curso. Além disso, esse desconto é acumulativo com o desconto de pagamento em dia, que abate mais 7% da mensalidade, ou seja, no final, o desconto total será de 37%! Com isso, o sonho do Ensino Superior fica muito mais perto!

Como me adequar ao novo ambiente?

Esse é, certamente, outro receio que surge, pois são muitos jovens, outros tempos, outra cabeça... mas isso não deve ser encarado com preocupação, pois, na verdade, é algo muito bom para todos! Ingressar em uma turma formada majoritariamente por jovens é muito benéfico para alguém mais maduro: ele passa a ter contato direto e regular com pessoas que estão na flor da idade, com sonhos, anseios, energia e vontade de fazer, e o efeito disto é o de impulso e vontade de fazer; por outro lado, uma pessoa experiente em uma turma de jovens funciona como “farol”, pois a experiência já o faz compreender algumas coisas que os jovens ainda não sabem, então forma-se um equilíbrio muito saudável que contribui para o desenvolvimento de toda a classe!

Começo hoje a construir seu futuro conosco: https://faculdadeam.edu.br/vestibular

  • sexta-feira, 15 de junho de 2018
Conheça a Bolsa de Estudos Identidade Jovem

Conheça a Bolsa de Estudos Identidade Jovem

A vida de um indivíduo é formada por ciclos, fases com características específicas, tipos de responsabilidades, alegrias e interesses. Alguns definem períodos de tempo para isso, idades cabalísticas, mas, independente disso, por evidência, sabe-se que existem, de fato, períodos diversos ao longo da vida.

Talvez uma das grandes mudanças seja a saída da escola. Ainda jovem, normalmente não se sabe ao certo como será o próprio futuro, e uma questão que sempre se sobressai é o curso de graduação a ser feito. Nesse período, ainda se é jovem, mas ao mesmo tempo começam a surgir mais responsabilidades, e questões que antes outros resolviam passam a ficar a cargo do próprio indivíduo.

Decidido o curso e a instituição, a questão financeira pode despontar como elemento a ser resolvido, afinal, são muitos custos a mais: livros e demais materiais de aula, deslocamento, eventualmente uma nova moradia e a própria mensalidade do curso. Dependendo da situação, esses itens podem se avolumar e inclusive colocar em dúvida o progresso do sujeito no sentido que pretendia. Pensando nisso, a AMF, em parceria com a Fundação Antonio Meneghetti, possui a Bolsa Identidade Jovem Inclusiva!

Além dos programas federais de incentivo ao Ensino Superior, como ProUni e FIES, a AMF tem o seu próprio programa. Disponível para alunos de até 35 anos, a Bolsa Identidade Jovem Inclusiva concede ao aluno um desconto de 40% no valor da mensalidade, e esse valor pode acumular com o desconto de 7% de pagamento em dia, adquirindo um total de 47% em sua mensalidade. A princípio, o aluno pode receber o benefício durante um ano, com opção de renovação, e, como contrapartida, deve manter boas notas e realizar algumas atividades específicas. O programa também é um meio de contribuir e incentivar os alunos a buscar a próprio autonomia financeira: no começo, esse auxílio é um incentivo, uma segurança, e a partir disso o aluno pode alçar voos profissionais mais altos e, aos poucos, incrementar a sua renda e realizar cada vez mais.

Começo hoje a construir seu futuro conosco: https://faculdadeam.edu.br/vestibular

  • quinta-feira, 14 de junho de 2018
Conheça o Curso de Licenciatura em Pedagogia

Conheça o Curso de Licenciatura em Pedagogia

De modo geral, a formação de pessoas é uma das atividades mais importantes e perpassa diversos níveis e ambientes de um país. Em qualquer profissão, por exemplo, novas pessoas estão continuamente sendo formadas e estão continuamente se formando, pois esse processo é constante.

Nisso, se chega a uma conclusão (que é inclusive relembrada com frequência em palestras, programas de TV ou mesmo rodas de conversas): no desenvolvimento social, é indispensável o ofício daqueles que formam outras pessoas, e nisso estão inclusos professores, pais, gestores, empresários, psicólogos, coachs... A lista é imensa. Em todas essas profissões, está implícita a Pedagogia.

Etimologicamente, “Pedagogia” vem da junção de παις (pais), do grego, que significa “criança”, e αγο (ago, do grego) e ago (latim), e os dois termos trazem o sentido de “acompanhar”. Pedagogia, então, é a condução da criança, a arte de como coadjuvar ou desenvolver uma criança à realização. Nessa definição, é importante levar em conta que se faz necessária uma ampliação de sentido: Pedagogia não é praticada somente com crianças, mas em todo e qualquer ambiente no qual estejam presentes as relações interpessoais.

Mas, para a correta aplicação da Pedagogia, pode-se observar, por exemplo, como funciona a natureza: a flor desabrocha de dentro para fora, e uma grande árvore é proveniente do interior de uma pequena semente. Desse jeito deve ser feita praticada a Pedagogia: provocando o homem a se desenvolver de dentro para fora. Isto é reforçado pela palavra “educação”, que normalmente está muito ligada à Pedagogia. A etimologia de “educação” é ex ducere, “conduzir para fora”, pois a educação se faz justamente ao trazer para fora, ao expressar no mundo exterior a identidade do indivíduo.

O curso de Licenciatura em Pedagogia da AMF traz justamente essa visão: o conhecimento é inerente, e o papel do educador é o de, a partir da compreensão integral do ser humano, propiciar o desenvolvimento do outro a partir da própria interioridade, pois o seu instrumento de trabalho primordial é o outro!

- O nosso curso traz a proposta da Ontopsicologia para a Pedagogia. Com isso, o aluno começa a compreender que cada um já possui um projeto, dado pela própria vida, e que o papel do educador não é o de impor, mas o propiciar o indivíduo à realização desse projeto. Com isso, se entende que é preciso responsabilizar o outro em escolhas e decisões, pois o outro é inteligente e capaz de saber o que é bom para si. Em suma, o aluno aprende a oferecer os meios para um desenvolvimento segundo a própria identidade de cada um, provocando para que o outro chegue ao conhecimento, para fazer desabrochar nela a sua dignidade e o seu valor;

- Dentro da visão de que a teoria e a prática estão simbioticamente ligadas no processo de aprendizado, temos estágios e atividades práticas desde o começo do curso. O aluno pode começar a se experimentar em um dos diversos projetos de extensão desenvolvidos no Recanto Maestro ou mesmo em escolas da região;

- A AMF disponibiliza de estrutura completa para todos os cursos, e no caso da Licenciatura em Pedagogia, temos a Brinquedoteca e a Sala de Ensino-Aprendizagem. Além disso, o curso se vale da estrutura da Clínica do Recanto Maestro para realização de algumas aulas;

- Os alunos da AMF estão sempre em contato com grandes estudiosos da Pedagogia e de áreas afins, como a Filosofia e a Psicologia, em um intercâmbio que agrega conhecimento e mostra aos alunos novas alternativas e modos de praticar a ciência da educação. Um exemplo recente foi o seminário ministrado pela professora italiana Margherita Carotenuto, graduada em Filosofia pela Universidade Federico II, de Nápoles, em Psicologia pela Universidade La Sapienza, de Roma, especialista em psicologia com abordagem ontopsicológica pela Universidade Estatal de São Petersburgo. Ela atua como psicoterapeuta, professora e colaboradora científica de obra publicadas a partir do pensamento ontopsicológico e trouxe para o seminário uma vasta experiência no ensino e formação de jovens, adultos e profissionais. Durante uma semana de aula, a filósofa deu aulas sobre a história da educação, desde os Sumérios até as práticas pedagógicas mais atuais.

- O curso de Licenciatura em Pedagogia da AMF forma o aluno de maneira singular, mostrando-o a Pedagogia como um meio para recuperar a dignidade, o valor intrínseco de cada ser humano por meio de uma atuação mais provocativa, estimulando a criatividade e fazendo que o conhecimento nasça de dentro do indivíduo, e de forma menos impositiva, pois se entende que cada um já possui em si todos os instrumentos para o próprio desenvolvimento, e o pedagogo deve justamente fazer com que isto desabroche.

- O objetivo do curso, por ter uma visão global sobre a Pedagogia, é formar um profissional capacitado a atuar em diversas áreas, nos mais variados contextos educacionais e empresariais, atuando o conhecimento de si mesmo como instrumento para ensinar, gerando pessoas responsáveis que, através do seu exercício, beneficiam também a sociedade.

- Eventos Internacionais de Pedagogia: A AMF vê a Pedagogia como uma das mais importantes ciências para o desenvolvimento social, e é por isso que aqui são realizados grandes eventos na área. O Congresso Internacional “Uma Nova Pedagogia Para a Sociedade Futura” acontece a cada dois anos e coloca no centro da discussão a Pedagogia, o que vem sendo feito hoje e como se pode aprimorar, em várias áreas. A terceira edição do Congresso acontece em setembro desse ano! Outro bom exemplo é o Symposium Internacional “Pedagogia Contemporânea: responsabilidade e formação do jovem para a sociedade do futuro”, realizado em setembro de 2017 pela Fundação Antonio Meneghetti de Pesquisa Científica Humanista, Cultural e Educacional; pela Faculdade Antonio Meneghetti (AMF); e pelo Centro Internacional de Arte e Cultura Humanista Recanto Maestro, na Sede da UNESCO, em Paris. Com mais de 200 pessoas, entre alunos, professores, empresários, autoridades do Brasil, Rússia e França, o evento científico marcou os 10 anos da AMF e também foi o decênio da conferência realizada pelo Acad. Prof. Antonio Meneghetti. O Symposium, então, foi um grande momento para discutir aquilo que Meneghetti expôs, 10 anos antes, e debater desdobramentos, soluções para as problemáticas e situações evidenciadas pelo Professor.

Seu sonho é ser um grande Pedagogo? Então venha construir o seu futuro conosco!

  • quarta-feira, 6 de junho de 2018